Notícia

Pessoas em situações de risco de vida por motivos de guerra – Autenticidade e mudança de perspectiva nas aulas de história das turmas 10R

O que marca as pessoas em épocas de guerra? As pessoas sofrem mudanças em virtude da guerra? Caso afirmativo, em que consistiriam tais mudanças? Questões dessa natureza estão sendo abordadas nas aulas de história do 10º ano do ramo alemão. Em suas pesquisas, os alunos estudam materiais e fontes de informação autênticas, como anotações em diários, cartas enviadas pelos soldados, desenhos e fotos da Primeira e Segunda Guerra Mundial. Ao realizarem essas pesquisas, eles buscam estabelecer uma identificação com os destinos sofridos pelas pessoas expostas àquelas situações extremas. Ao abordarem a situação de vida de um soldado de apenas 17 anos dentro de uma trincheira no front de Verdun, ou de uma mãe, namorada, irmã ou esposa de um soldado, ou de um refugiado do regime cruel e arbitrário dos ditadores nazistas, ou de pessoas perseguidas, desalojadas e expulsas em virtude de sua raça, etnia ou convicção política, os alunos desenvolvem a empatia e promovem uma mudança de perspectiva.

As aulas de história contaram com a participação e o apoio de Ulrike Jürgens, ex-aluna da Escola Alemã Corcovado e jornalista radicada em Viena, com vasta experiência profissional. Na quarta-feira, dia 31 de maio de 2017, a ex-aluna apresentou aos alunos do 10º ano a sua profissão e área de atuação. Em suas pesquisas científicas, Ulrike Jürgens estuda assuntos da área da história contemporânea com foco em fuga e exílio. Atualmente, a jornalista, que já trabalhou como moderadora de rádio e TV, está realizando uma pesquisa sobre a família judaica Klagsbrunn. Essa família vivia em Viena e foi expulsa da Áustria em 1938. Depois de uma curta estada em Portugal, ela encontrou uma nova moradia no Brasil em março de 1939. Nas décadas de 40 e 50, um dos filhos, Kurt Klagsbrunn (1918-2005), era um dos fotógrafos e cronistas mais influentes da sociedade carioca.

Além de apresentar aos alunos os conteúdos de seu trabalho, a ex-aluna Ulrike Jürgens explicou-lhes de forma clara e inteligível as dificuldades do trabalho metodológico e da lide com materiais de fontes autênticas. Os resultados da pesquisa dos alunos farão parte do conteúdo de um programa de rádio de 30 minutos de duração e de um documentário de TV. A viagem para o Brasil foi financiada pelo Fundo Futurista da República da Áustria.  No final os alunos agradeceram à ex-aluna Ulrike Jürgens pela sua interessante e cativante palestra.

Coordenadores

Turmas de 9 a 12 C

Francisco Linhares

Turmas de 9 a 12 R

Markus Häder

Orientadoras

Turmas de 9 a 12 C

Clarice Dahis

Turmas 9 a 12 R

Vanessa Klevenhusen