Notícia

Miniempresas da Escola Alemã Corcovado conquistam prêmios na 34ª formatura do Junior Achievement

Na 34ª formatura do Junior Achievement - Programa Miniempresa, a Escola Alemã Corcovado contou com a participação da Bambox e da Organiza, duas miniempresas criadas em maio pelos alunos das turmas 11. Em virtude do empenho e da criatividade aplicada, no dia 19 de setembro, na cerimônia de encerramento do projeto, ambas foram premiadas em diferentes categorias. Este ano, 20 miniempresas de 17 escolas públicas e privadas do Rio de Janeiro participaram, totalizando 462 jovens formados pelo programa.

A Organiza, que teve como um dos objetivos “reinventar o conceito de organização pessoal, garantindo a produtividade através da simplicidade”, desenvolveu uma agenda mensal e um sketch book, ambos com capa de papel-Kraft e envoltos por uma pasta de couro vegano com bolsos. Assim, a miniempresa conquistou o 1º lugar no Prêmio Financeiro, o 2º lugar no Prêmio de Equipe Empreendedora e o 3º lugar em Marketing e Comunicação. O Junior Achievement estipula que 30% do material seja industrializado, mas apenas o corte do couro vegano e a costura (10%) não foram feitos pelos alunos, diferente de toda a parte de colar o sketch book, dobrar folhas, colá-las, grampear e carimbar. A meta inicial de venda era de 100 unidades, porém, ao final das jornadas, 180 foram vendidas, todas a R$ 95. Já as ações totalizaram 50 e custavam R$ 10 cada, concluindo o programa com aproximadamente 1500% de rentabilidade.

Um dos prêmios mais esperados da formatura também foi conquistado por um aluno da Escola Alemã Corcovado. Leo Petri Rocha, presidente da miniempresa Organiza e aluno da turma 11R1, foi contemplado com o Prêmio Shell Melhor Achiever, onde é avaliado o perfil empreendedor de cada jovem dentro do Programa Miniempresa. Este prêmio concedeu a Leo uma bolsa completa de participação no Findinexa Brasil 2018, o maior fórum de empreendedorismo jovem do Brasil, além de uma sessão de mentoria gratuita com o profissional/executivo que escolher, oferecida a ele e aos premiados em 2º e 3º lugar.

A Bambox, por sua vez, ganhou o 2º lugar no Prêmio Financeiro do Junior Achievement. Com a visão de “dar à comunidade um produto inovador, pratico, ecológico e acessível, que amplifique o bem-estar social”, os alunos da miniempresa optaram por produzir um amplificador de celulares feito de bambu, podendo ser liso ou colorido. A vara de bambu e o corte foram industrializados, mas todo o processo de lixar, envernizar, pintar e acoplar o suporte era feito pelos próprios alunos. Para compor o capital da empresa, 100 ações foram vendidas a R$ 12 e com a venda de 514 amplificadores do total de 703 produzidos, ao custo de R$ 20 o liso e R$ 25 o colorido, a miniempresa conseguiu alcançar a rentabilidade de 300,82%.

O Programa Miniempresa, desenvolvido pelo Junior Achievement, dura 15 semanas e tem o propósito de fazer com que jovens se desafiem criando negócios, com o auxílio do professor da instituição participante e dos advisers (voluntários de grandes empresas parceiras do projeto). Os alunos das miniempresas são divididos em RH, Financeiro, Administração, Produção e Marketing, além da presidência, e o responsável por cada um dos cinco setores é escolhido por votação dos próprios membros. Ações de responsabilidade social/ambiental também foram desenvolvidas, é estipulado que cada miniempresa realize no mínimo uma ação social e no máximo oito durante o programa. Este é mais um ponto onde a Organiza e a Bambox se destacaram.

Juntas, as miniempresas receberam doações de leite em pó, achocolatado e maisena na Escola Alemã Corcovado, e em parceria com o Animando Corações, doaram ao projeto Batuque Legal, uma instituição localizada no Engenho Novo, que promove o acesso de em média 70 crianças e adolescentes à arte e à cultura através de oficinas diversas, como música, artes, teatro, capoeira, entre outras.

Além desta ação, a Organiza realizou outras 11, superando o número máximo estipulado pela Junior Achievement. Uma delas foi feita à Dom Cipriano, instituição parceira da Escola, onde 200 kits escolares foram doados, representando cada organiza vendida (produto da miniempresa).  O Quilombo São José (Vale do Paraíba), também recebeu doações, a miniempresa aproveitou a viagem que a escola realiza para o local e informaram-se sobre as necessidades existentes, por fim doaram 36 casacos e comparam com capital próprio 500 reais em material escolar.

A Bambox, também levantou esta bandeira. A sua principal ação de responsabilidade social foi evitar a produção de lixo eletrônico, uma vez que o seu produto fabricado era sustentável. Em parceria com o Projeto “Comida no Prato, Coração na Mão” – grupo de jovens que distribui alimentos para pessoas em situação de rua – , também realizaram uma campanha de agasalho, arrecadando casacos e cobertores para o mesmo público.  

Coordenadores

Turmas de 9 a 12 C

Francisco Linhares

Turmas de 9 a 12 R

Markus Häder

Orientadoras

Turmas de 9 a 12 C

Clarice Dahis

Turmas 9 a 12 R

Vanessa Klevenhusen