Notícia

Aluno da turma 11C2 ganha bolsa de intercâmbio

Felipe, aluno da turma 11C2 da Escola Alemã Corcovado, foi contemplado com uma bolsa de intercâmbio de quatro semanas na Alemanha. A premiação foi resultado do seu excelente desempenho nas provas de proficiência na língua alemã, o DSD, obrigatório para os alunos dos ramos C e R, e realizado em todos os níveis linguísticos. O resultado neste exame garantiu ao aluno não só um diploma bem qualificado como participar desta experiência.

Todas as escolas que aplicam o DSD são convidadas para participar do processo seletivo do Serviço de Intercâmbio Pedagógico do Governo Alemão – o Pädagogischer Austauschdienst –, e podem indicar um candidato para participar da seleção do Consulado da Alemanha. O professor Volker Schulze de Souza sugeriu a participação de Felipe, auxiliando-o em todo o processo de candidatura e recomendando o aluno através de carta.

A viagem para a Alemanha aconteceu em julho, contou 500 alunos de diversas nacionalidades entre 15 e 17 anos, sendo sete brasileiros estudantes de alemão. No grupo de Felipe havia alunos da Hungria, Vietnã, Noruega, Índia e Brasil.

A Escola Alemã Corcovado gostaria de parabenizar o aluno por esta conquista! Veja o que o jovem nos contou desta experiência:

Como foi a preparação para essa viagem?
Teve a primeira fase, antes de ir para lá eu confirmei, tive que escrever uma carta para a família onde eu ficaria hospedado em uma parte da viagem.

Você viajou sozinho?
Eu viajei com uma premiada do Rio de Janeiro, do Colégio Cruzeiro, e mais uma do Sul. Os participantes de outras cidades do Brasil foram por São Paulo.

Como foram os primeiros dias da viagem?
Ah, a nossa primeira estação foi Bonn, uma cidade que eu não conhecia e onde fica a sede do PAD. Ninguém se conhecia direito, e nós éramos divididos em grupos. Cada grupo tinha dois ou três alunos de cada nacionalidade. Ficamos lá por cinco dias.

Com tantas nacionalidades, como era a comunicação de vocês?
A ideia era falar em alemão, não podíamos falar em português ou inglês, o que foi um pouco cansativo no início, mas depois conversávamos fluentemente.

Como foi o roteiro de viagem?
Depois de Bonn fomos para Greifswald, no caso só meu grupo foi para essa cidade, cada grupo ia para uma e foi onde frequentamos a escola. Eu fiquei em uma família onde tinha uma garota da minha idade, a gente ia para aula juntos, mas tínhamos aulas de alemão separados, porque tínhamos quase 3H de alemão por dia.

Vocês conheceram outras cidades?
Sim, um dos objetivos da viagem era nos apresentar os lugares, depois de Greifswald ficamos seis dias em Berlim e mais seis dias em Munique.

E o que vocês fizeram ao longo da viagem?
No começo em Bonn, tinha muita atividade para a gente se conhecer, como uma miniolimpíada que teve, mas também conhecemos muitos lugares históricos e falamos sobre a cidade ter sido a capital da Alemanha na parte ocidental. Em Greifswald fomos mais a escola, mas no geral, fazemos programas culturais, como ir à museus, universidades, inclusive uma em Berlim, e pontos históricos.

O que te marcou nesta viagem?
Eu me lembro muito de Bonn, principalmente, primeiro porque era uma cidade que eu não conhecia ainda, e segundo porque foi justamente quando a gente se conheceu. A parte de conhecer as pessoas foi muito interessante. Em Bonn me marcou muito essas miniolimpíadas, que eu comentei até, porque foi muito diferente, a gente se conheceu melhor através de brincadeiras e jogos. Foi muito interessante porque eram pessoas de muitas nacionalidades.

Coordenadores

Turmas de 9 a 12 C

Francisco Linhares

Turmas de 9 a 12 R

Markus Häder

Orientadoras

Turmas de 9 a 12 C

Clarice Dahis

Turmas 9 a 12 R

Vanessa Klevenhusen