Apresentação

Encontro com a Aprendizagem Autônoma

No Ensino Fundamental II os alunos são introduzidos ao trabalho autônomo. Durante esta  fase os alunos vão assumindo progressivamente mais responsabilidade pelo próprio processo de aprendizagem. O professor assume o papel de „treinador“ e instrutor, apresentando as possibilidades e os horizontes da aprendizagem, a fim de promover o desenvolvimento individual do aluno de acordo com o seu nível de desempenho específico, assim como evitar a sobrecarga ou o desânimo decorrentes da exigência reduzida ou excessiva. Sua função é guiar e apoiar o aluno, com o objetivo de melhorar o aproveitamento escolar individual.

 
Competência técnica: O ensino no EF II
 
A quantidade de horas-aula no Ensino Fundamental II aumenta para 35 horas-aula por semana. Nas turmas do Ensino Fundamental II enfatiza-se a compreensão dos entornos social e natural, do sistema político, da tecnologia, das artes, assim como dos valores básicos da sociedade.
 
No Ramo C do Ensino Fundalmental II destacam-se o ensino da língua alemã, do alemão como idioma estrangeiro (DaF), e das matérias em língua alemã (DFU).
 
No Ramo R os alunos são preparados, de acordo com as propostas de ensino alemãs, para a aquisição de competências das quais necessitarão para serem aprovados na prova do Abitur (o exame que conclui o ensino secundário na Alemanha).
 
A meta principal do Ensino Fundamental II é preparar os alunos de forma competente para a Conclusão, ou para o Abitur da Alemanha respectivamente.
 
Técnicas de aprendizagem e trabalho
 
Em ambos os ramos os professores aplicam métodos que promovem a capacidade dos alunos de evoluir e agir. Estes métodos foram adquiridos e treinados durante Educações Continuadas ministradas para o corpo docente da escola.  
 
A implementação de técnicas cooperativas de aprendizagem e de trabalho promove a cooperação e o desempenho dos alunos, fortalece sua responsabilidade por si e pelos outros, os incentiva a ficarem cada vez mais independentes  e os apoia em sua independência. Através destes métodos os alunos desenvolvem estratégias para a solução de problemas, treinam e praticam formas de apresentação e aplicam métodos para conduzir o seu aprendizado e trabalho por eles próprios.  
 
Desenvolvimento da capacidade social
 
A tarefa principal do processo de aprendizado interativo é a preparação competente dos alunos, tanto no âmbito técnico como social, para que eles sejam capazes de enfrentar a vida. E isto já começa a acontecer aqui na escola. Os alunos aprendem a agir de forma social, e desenvolvem a sua capacidade de trabalhar e agir em grupo. O senso de companheirismo e a solidariedade têm um papel muito importante dentro da sociedade escolar da EAC.
 
Desenvolvimento das competências pessoais
 
Além do desenvolvimento da competência técnica o desenvolvimento da personalidade é outro fator importante.  Os alunos aprendem a empregar os valores sociais básicos, como por exemplo a solidariedade e a auto-responsabilidade, e a responsabilidade pelos outros. As diversas medidas de apoio aos alunos proporcionadas pela EAC, ajudam-lhes a desenvolver suas competências pessoais.
 
Atividades extracurriculares
 
A EAC oferece uma grande variedade de atividades extracurriculares às tardes, como por exemplo grupos de trabalho para a aprendizagem de outros idiomas (francês e espanhol), teatro, diversos esportes, etc. Aqui os alunos têm a oportunidade de desenvolver os seus próprios talentos ou aprender novas habilidades em um âmbito descontraído e fora da sala de aula.
 
Coordenação da EAC
 
Os Coordenadores dos Ramos C e R trabalham em equipe. O encontro das culturas e a integração de ambos os Ramos escolares é realizada através de projetos, eventos, competições, festas e passeios. Os alunos também poderão migrar para o outro Ramo, sempre que isto for pedagogicamente recomendável. A escola lhes proporcionará todo o apoio necessário, como também o fará no caso da integração de alunos novos.
 
O trabalho realizado pelos Ramos C e R destaca-se pela cooperação mútua, pela convivência e pelos ricos aprendizados recíprocos.

Coordenadores

Turmas de 5 a 8 C

Ivan Millarch

Turmas de 5 a 8 R

Nils Menzel

Orientadoras

Turmas de 5 a 8 C

Regina Costa

Turmas de 5 a 8 R

Christiana Meyer